Museu Casa de Rui Barbosa

O museu Casa de Rui Barbosa é o núcleo original do que é hoje a Fundação Casa de Rui Barbosa, uma instituição vinculada ao Ministério da Cultura.Em 1924, através do decreto nº 4.789, foi autorizada pelo presidente Artur Bernardes a aquisição do prédio, mobiliário, biblioteca, arquivo e propriedade intelectual da obra de Rui Barbosa.

A intenção de se criar um museu foi estabelecida e regulamentada pelo decreto nº 17.758, de 04 de abril de 1927, do presidente Washington Luis, que seria denominado "Museu Ruy Barbosa", com a finalidade abrigar o acervo de Rui Barbosa a fim de "manter sempre bem vivo o culto à memoria dos grandes cidadãos que por seus serviços se impuseram a gratidão da Pátria".

Em janeiro de 1928, ainda no governo de Washington Luís, foi criado através do decreto nº 5.429 o "museu-bibliotheca" com o nome de "Casa de Ruy Barbosa", subordinado diretamente ao Ministério Ministerio da Justiça e Negócios Interiores, com o objetivo de "organizar o catalogo da bibliotheca e do museu, bem como classificar as obras publicadas ou inéditas de Ruy Barbosa; devendo iniciar, lógo que fôr possivel, a edição definitiva dessas obras."

Em 13 de agosto de 1930 o museu é aberto para o público como o primeiro museu casa do Brasil, Casa de Rui Barbosa, e passa a ser subordinado ao Ministério da Educação e Saúde Pública, atual Ministério da Cultura - MinC, pelo decreto nº 19.444. A casa foi tombada pelo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - SPHAN, atual IPHAN, com inscrição no Livro Histórico (inscrição nº 32) e no Livro de Belas Artes (inscrição nº 52), em 1938.

Durante a década de 1950 a Casa de Rui Barbosa começou a desenvolver trabalhos de pesquisa nas áreas do Direito e Filosofia e criando o Centro de Pesquisas, em 1952, além das atividades já então desenvolvidas pelo museu, pela biblioteca e pelo arquivo histórico.

A Casa de Rui Barbosa foi transformada em Fundação Casa de Rui Barbosa no ano de 1966, pelo presidente Castelo Branco, por meio da Lei nº 4.943, reconhecendo-a como "instituição cultural destinada à pesquisa e à divulgação científica própria e autonomia administrativa, técnica e financeira", vinculada ao então Ministério da Educação e Cultura, atual Ministério da Cultura - MinC, com a finalidade de desenvolvimento da cultura, da pesquisa e do ensino, cumprindo-lhe, especialmente, a divulgação e o culto da obra e vida de Rui Barbosa. A Fundação, por conta do seu museu-casa, integra o Conselho Internacional de Museus - ICOM.

O Museu atende ao estabelecido na lei desenvolvendo inúmeras atividades de pesquisa, preservação e educação, além de diversos projetos de integração com a comunidade e com escolas. O grupo de pesquisa interdisciplinar "Museu-casa: memória, espaço e representações", criado em 2008, é voltado para o estudo do conjunto arquitetônico, tendo como referência os campos da museologia, artes decorativas, arquitetura, urbanismo e arqueologia, na perspectiva de sua preservação integrada, cujos resultados são editados em coleção específica.

A trajetória institucional inclui, ainda, a criação do Arquivo-Museu de Literatura Brasileira, em 1972, que preserva documentos literários, iconografia, correspondência e originais de escritores brasileiros.

1/2